Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2021

Eyes Wide Shut Stanley Kubrick Movie-Fractal Puzzle- Stanley Kubrick, começou como fotógrafo de uma revista de Nova York, 'Look'. Isto explica muito o enquadramento perfeito e a fotografia deslumbrante de seus filmes e a experiência visual e sensorial que sentimos. Considerado por muitos um dos maiores cineastas. Reputavelmente obsessivo e meticuloso, ele supervisionou com toda atenção aos detalhes, todos os aspectos de seus filmes. Perfeccionista, ele comandava o controle total de seus filmes, até a seleção dos livros e jornais que apareciam na tela de fundo. Suas Obras possui uma nitidez visual e auditiva, um uso exigente de trabalho de câmera, enquadramento, iluminação, posicionamento, efeitos especiais, música etc. Suas narrativas de desdobram subvertem as convenções de narrativa tradicional cinematográfica, deixando o público perplexo. Os filmes de Kubrick são desafiadores, porque ele conta uma história de uma maneira que não estamos acostumados. Mestre da sutileza narrativa. Kubrick foi jogador de xadrez por toda a vida. Em Eyes Wide Shut, em cada trajetória de exploração ele revela detalhes e camadas inesperadas de significado, orquestrações estratégicas dentro de um labirinto de sonho. Filme extraordinário dentro de seu amplo escopo de temas e assuntos. Sexo é de fato o foco do filme, mas são significativos as alusões a classe, a elite dominante do mundo e poderosas sociedades secretas. Também alusões que se estendem pela literatura, música, ópera, mitologia, religião, política, história, etimologia, cinema. Kubrick, faleceu 5 dias depois de enviar a versão final para a Warner Bros. Este foi o último filme do Mestre. O filme Eyes Wide Shut, foi adaptado de Traumnovelle, que traduzido do alemão significa Dream Story, de Arthur Schnitzler, Áustria, 1926, ambientado em Viena. Kubrick, atualizou para o Contemporâneo. Tom Cruise, interpreta Bill Hartford (Dr Bill, referência a uma nota de dólar), um abastado médico nova-iorquino com uma clientela elegante da alta sociedade e um magnífico apartamento no Central Park West, casado e feliz com a bela Alice (referência a Alice no "País das Maravilhas" um conto de fadas sobre uma garota privilegiada que está entediada com sua vida e que “atravessa o espelho” para terminar no País das Maravilhas"), (Nicole Kidman), ex-diretora de galeria de arte, agora dona de casa, e cuida de sua filha. Incomodados um com o outro pelo comportamento de flerte de ambos, numa bela festa oferecida por um paciente da elite, Victor Ziegler (Sidney Pollack), e por consumo de champanhe e cannabis sativa, em casa, tem uma briga furiosa em que Alice desafiadoramente confessa seus pensamentos lascivos por um Oficial da marinha em seu passado. Durante a festa, Bill e Alice seguem caminhos separados. Alice conhece um homem chamado Sandor Szavost, húngaro, que lhe pergunta sobre a Arte do Amor de Ovídio. Série de Livros, escrito durante os tempos da Roma Antiga. O primeiro livro começa com uma invocação a Vênus - o planeta associado a deusa de juventude eterna, deusa da beleza, da fertilidade e do amor físico (sexo). A estrela de Vênus ou Ishtar, aparece diversas vezes no filme, e na casa e Victor Ziegler, onde se passa a festa. E Bill está conversando com duas modelos que flertam com ele e que lhe dizem que querem levá-lo “onde acaba o arco-íris"... Com ciúmes, Bill então sai para uma odisséia noturna, em busca de aventuras extraconjugais, nunca realizadas, passando por inúmeras provações, indo parar inclusive numa sociedade secreta, sem ser convidado, invadindo, onde presencia cenas que não deveria ser profanada e pública, numa luxuosa casa em Long Island. Como ele nunca foi iniciado naquela sociedade secreta, Bill nem mesmo deveria saber que ela existia, muito menos testemunhar uma de suas “reuniões”. Então, como ele descobriu sobre isso? Bem, um passarinho disse a ele. Nick Nightingale. Em um ponto durante sua estranha noite fora, Bill conhece seu velho amigo Nick Nightingale, que estudou medicina com ele, mas não formou-se, em um café jazz. O pianista profissional revela a Bill que às vezes é contratado por pessoas misteriosas para tocar, com os olhos vendados, em festas misteriosas repletas de mulheres bonitas. Esta informação atiça e intriga Bill porque, desde a conversa com sua esposa, ele parece estar procurando algum tipo de ... experiência. Nick acaba cometendo um grande erro e concorda em fornecer a Bill todas as informações necessárias para acessar o local. Um rouxinol é o tipo de pássaro conhecido por cantar à noite, assim como Nick Nightingale “canta” informações secretas no início da odisséia de Bill. A senha para entrar no ritual é “Fidelio”, que significa “fidelidade”, tema principal do filme. Mais importante, como Nightingale aponta, “Fidelio” é o nome de uma ópera escrita por Beethoven... Depois de obter os detalhes de Nightingale, Bill aluga uma fantasia em uma loja chamada “Rainbow”... e então segue para Somerton, a propriedade onde a festa está sendo realizada. O local selecionado para filmar as cenas externas é Mentmore Towers foi construído no século 19 como uma casa de campo para um membro da família de elite mais proeminente e poderosa do mundo: os Rothschilds. As cenas internas da festa foram filmadas no Elveden Hall, uma casa particular no Reino Unido projetada para se parecer com um palácio indiano. Quando as "festividades" começam, uma canção Tamil chamada "Migração" toca ao fundo, acrescentando à atmosfera do Sul da Ásia (a versão original da canção continha uma recitação real das escrituras do Bhagavad Gita, mas o canto foi removido na versão final do filme). Essa peculiar atmosfera indiana, combinada com as cenas testemunhadas por Bill enquanto ele caminha pela casa, aponta para a parte mais importante... A jornada de Bill como um todo tem seu significado... As últimas linhas do filme concluem e definem a jornada de Bill. Depois de correr por Nova York e ficar excitado com todo tipo de situações, Bill fica cara a cara com sua esposa e fala sobre como ele está “acordado” agora. Com sua “força vital” totalmente carregada. Alice termina o filme completando com uma frase... O simbolismo meticuloso e as imagens de todas as Obras de Stanley Kubrick, muitas vezes comunicam outra dimensão de significado - que transcende. Para homenagear a contribuição de Stanley Kubrick para o cinema de ficção científica, a maior cordilheira da lua de Plutão, Caronte, foi batizada de "Kubrick Mons" em abril de 2018. Tem um Significado Mitológico. Mas a etimologia de 'Caronte' vem do grego, significando 'olhar aguçado' e 'feroz', 'relampejante', ou 'olhos febris'. Eyes Wide Shut é um quebra-cabeça fractal de dimensões infinitas. Kubrick nos apresenta o teatro mítico. Assistam a última Obra, realizada pelo Mestre Stanley Kubrick. (Se quiser ler meus Artigos de 2020, clique acima em ARQUIVOS) & (Se gostou dos meus Artigos Cadastre seu E-mail acima em "Sign Up" o Mailchimp enviará automaticamente meus Novos Artigos para seu E-mail Cadastrado)

Imagem
Poster Eyes Wide Shut - Syanley Kubrick     Note: Amazon ads are just examples and suggestions, the pruducts listed are from Amazom.com USA, by clicking on them you will be redirected to the Amazon in your country and choose the one that suits you. I wish good choices! Thank Scenes from the Movie Eyes Wide Shut - Stanley Kubrick Scenes from the Movie Eyes Wide Shut - Stanley Kubrick Scenes from the Movie Eyes Wide Shut - Stanley Kubrick

Bryan Ferry and Roxy Music Refined Rock Art - Bryan Ferry studied Arts at Newcastle University .Ele se interessa muito por pop arte e arte contemporânea, uns de seus professores foram Richard Hamilton e Mark Lancaster, um serigrafista de Andy Warhol. Paralelamente, às aulas da Faculdade, integrou um grupo de rock amador marcado pelo rhythm'n blues os 'Banshes'. Em seguida, em seu segundo grupo, 'The Gás Board', conheceu o baixista Graham Simpson, com quem formou o Roxy Music. Formado pelo saxofonista Andy MacKay, o sintetista Brian Eno, o baterista Paul Thompson e o guitarrista Phil Manzanera. Roxy Music, oferecia um pop elegante e refinado do qual Bryan Ferry foi um dos principais compositor. O grupo conhecido pela combinação de experimentalismo e sofisticação, pelo lirismo contido nas letras, temas instrumentais virtuosos e produção visual exuberante, tinha um fascínio por moda, glamour, cinema, por art e a vanguarda, que separava a banda de seus contemporâneos. Faziam Art Rock, que oscilou entre rock de vanguarda e os ganchos pop elegantes. O grupo conseguiu criar um verdadeiro público e iniciou o movimento Glam, influência significativa para o movimento punk, forneceu um modelo para grupos de New Wave, Duran Duran, influência direta. Depois de dois primeiros álbuns: "Roxy Music" e "For Your Pleasure", o grupo desfrutou de popularidade significativa no Reino Unido. Desentendimentos Musicais, (pois cada um tinha influências diferentes e gostavam de Bandas diferentes), entre Bryan Ferry e Brian Eno. Faz com que Bryan Ferry, deixe outros músicos cuidarem da composição das canções. Nos Estados Unidos, os sucessos mais conhecidos do Roxy Music, são "Love is a Drug", "Avalon" e "More Than This" Isso permite que ele embarque em uma carreira solo. Oportunidade de Bryan Ferry lançar vários álbuns de covers, músicas dos Rolling Stones e dos Beatles ("These Foolish Things", "Another Time Another Place"). Enquanto Roxy Music perseguia sua carreira arduamente, ele continuou a produzir álbuns e, ao contrário de muitos artistas, foi dez anos depois que o intérprete e compositor obteve seu maior sucesso. Após a separação do grupo. Lançou "Boys And Girls" e Bête Noire". Álbuns todos com suas composições. Seus maiores sucessos "Don't Stop The Dance", "Kiss and Tell", que foi destaque no filme 'Bright Lights, Big City'. Se conecta com Brian Eno e colabora com o álbum "Mamouna". Trabalhou num projeto de covers da década de 1930, e novas composições, "As Time Goes By", álbum indicado ao prêmio Grammy. Se juntou aos integrantes do Roxy Music e fez uma turnê pela Europa e Estados Unidos em 2001. Lançou um álbum cover de Bob Dylan "Dylanesque" em 2007. Ele tem uma versão incomparável de 'Jealous Guy' de John Lennon, Ferry é visto como um mestre da arte. Em 2010, reuniu novamente os integrantes do Roxy Music e lançou o álbum "Olympia", batizado em homenagem ao centro de exposições ao oeste de Londres, perto de onde fica seu estúdio, esse com Kate Moss, na Capa do Álbum, a pose dela foi inspirada no quadro de Èdourard Manet, Olympia. Em 2014, lançou o álbum "Avonmore". Lançou em 2018 o álbum "Bitter Sweet", feito depois de Ferry ter participado da série "Babylon Berlim" (um drama de época alemão baseado nos livros de Volker Kutcher, ambientados na década de 1920), no álbum ele traz um toque de modernidade, uma maneira nova e emocionante ao ragtime, blues e jazz em suas famosas faixas de Bryan Ferry e Roxy Music, é quase como se estivéssemos ouvindo pela primeira vez. E já tinha feito um álbum anterior "The Jazz Age", então o diretor Baz Lurhmann, ouvindo o álbum, contatou Ferry, para gravar algumas músicas para o filme 'The Great Gatsby', capturando todo glamour e desleixo dos loucos anos 20. As capas dos Discos, 'todas com lindas modelos, todas tiveram relacionamento com Bryan Ferry', e muitas outras modelos e socielites. Homem charmoso e cavalheiro. Diferentes das capas da época. Bryan Ferry no Álbum de estréia, "Roxy Music", colocou uma foto pinup da Modelo Kari-Ann Muller, feita pelo fotógrafo Karl Stoecker. A modelo francesa Amanda Lear, foi a musa de Ferry e de 'Salvador Dali', 'uma mulher "pantera" segurando uma pantera saindo de um carro', no álbum "For Your Pleasure", a capa futurista, neo-noir e de alta moda foi fotografada novamente por Stoecker. No álbum "Stranded", Ferry procurou Marilyn Coles, playmate da 'Playboy', fotografada por Stoecker. No álbum, "Country Life", as modelos Constanze Karoline e Eveline Grunwald, garotas que conheceu num bar ele e o fotógrafo Eric Bomam as convidou para posar na capa e elas concordaram, posam em lingeries, referências de uma revista britânica de estilo sofisticado, misturado com um caso verídico, de uma modelo que se envolveu com um político, à época. A capa foi censurada, na Holanda e Estados Unidos, reeditado depois, com outra capa para os respectivos países. A capa do álbum "Siren", é a supermodelo Jerry Hall rastejando pelas rochas de uma ilha grega, uma coroa de ouro sob sua longa juba loira, recriando-a como a sereia, atraindo marinheiros até a morte. Fotografia com filtro azul por Graham Hughes, Antony Price pintou o corpo, as unhas compridas e pontudas de azul, adornando os tornozelos com nadadeiras azuis. Inspirado em 'Dorma da Marvel Comics', uma aristocrata azul do mundo subaquático dos quadrinhos, 'Namor, o Submarino'. Sua presença na Capa, lhe levou à fama, pois à época, estava começando a modelar. Foi durante essa filmagem que Hall se apaixonou por Ferry. Ficaram noivos em poucos meses, mas Hall logo o deixaria por Mick Jagger. No álbum "Manifesto", apresentou um sarau de manequins masculinos e femininos, e duas modelos vivas escondidas no meio da multidão. No álbum "Flesh and Blood", três belas mulheres, referenciadas com uma estatura poderosa. O mesmo vale para capa do álbum "Avalon", que apresenta a futura esposa de Ferry, a modelo socialite Lucy Halmore 'seu pai Patrick Helmore rico agente e segurador do Lloyd'. Em uma pose descendente da lenda arturiana, ela enfrenta o nascer do sol, capacete com chifres e falcão pronto como se estivesse visitando o Avalon de Arthur ela mesma,em frente a um lago na Costa Oeste da Irlanda, numa propriedade da família de Helmore. Também foi inspirado na obra da pintura pré-rafaelita do período vitoriano. Bryan Ferry disse sobre a capa: "Uma rainha guerreira celta, olhando para Avalon. Ela carrega no pulso um Merlin - a ave de rapina preferida dos senhores favoritos". Um único lançamento do álbum 'More Than This', trazia na capa da foto um detalhe da pintura dolorosamente melancólica de Dante Gabriel Rossetti de 1872, 'Veronica Veronese' - mantendo assim o alto romantismo da obra vitoriana da obra de arte geral de "Avalon". 'Avalon' é um álbum incaselmente lindo, um álbum que envolve o ouvinte em seu próprio mundo encantado - sobre o desejo de descanso. Foi musa inspiradora para várias canções de Bryan Ferry, assim como Jerry Hall e Amanda Lear. Roxy Music é uma Banda pós-moderna. Bryan Ferry é um dos grandes estilistas do Rock. Com muita Classe. Sempre deixou claro que sua visão de arte e moda, integraria o pacote musical criado por si próprio. Incorporou uma elegância e um estilo marcante ao show de seu grupo e as seus shows solo, e também trouxe esse refinamento às capas de seus álbuns. Em termos musicais, o som de Bryan Ferry se caracteriza por um mergulho criativo e personalizado nos universos do Glam rock, Black Music Americana em suas vertentes (Soul,Jazz, Disco Music, Funk) e do Pop, com um bom gosto simplesmente absurdo. Lirismo nas Letras. David Bowie disse que ele era um de seus compositores favoritos e o descreveu como um dos melhores compositores da música britânica.Tudo pontuado por sua voz de crooner, explorada com uma classe e uma categoria reservada a pousos cantores da história do Pop. É a prova de que a música pop pode ser uma forma de arte sofisticada. Além de ter sido o Inglês mais bem vestido do final do Século XX. Todas as Revistas de Moda, falam o mesmo. Seu nome é sinônimo de Cool. Capaz de nos proporcionar sons climáticos, envolventes e nos quais o ouvinte é levado a viagens deliciosas pelos meandros do amor, da paixão e dos estados elevados da alma. Mergulhe na Obra de Mr Ferry. Bom gosto para nossos olhos e ouvidos. (Clique em INSCREVA-SE acima e se increva para receber meus Novos Artigos) & (Se quiser ler meus Artigos de 2020, clique acima em ARQUIVOS) - (Conheça minhas Pinturas no Instagram, clique no link abaixo)

Imagem
Instagram Bryan Ferry Note: Amazon ads are just examples and suggestions, the pruducts listed are from Amazom.com USA, by clicking on them you will be redirected to the Amazon in your country and choose the one that suits you. I wish good choices! Thanks!                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                 Bryan Ferry Olympia Album by Roxy Music Kate Moss on the cover Clockwise Albums; Roxy Music, For Your Pleasure with Amanda Lear on the cover, Stranded, Country Life, Siren with Jerry Hall on the cover, Manifesto, Flesh and Blood and Avalon with Lucy Halmore on the cover.

Punk A philosophy an Artistic Movement Cultural Expression a Way of Being - A música foi apenas uma faceta da identidade punk. É mais do que um som, é toda uma maneira de ser - uma filosofia, uma atitude e, o que é crucial, um olhar. O punk nasceu como um movimento artístico. Foi uma expressão cultural de angústia, emoção e volume. Pessoas cansadas dos problemas do dia sendo encobertos. Eles sentiam-se cansados do comercialismo do mundo, queriam trazer sua sociedade de volta à realidade humana real e crua por meio da moda, dos estilos de cabelo e da música. O punk respondeu ao realismo corajoso da política e das culturas socioeconômicas da época. O estilo punk se levantou contra o capitalismo, o conformismo e "o estabelecimento". Assim bases sonoras do punk foram estabelecidas na cidade de Nova York, primórdios do estilo punk: Lou Reed, Ramones, Suicide e New York Dolls, Iggy and Stoogs, limpando o psicodélico, deixando-o mais puro. Enquanto Led Zeppelin e os Rolling Stones, enchiam arenas com trajes elaborados de veludo e lantejoulas, os novos rebeldes preferiam camisetas e Levi's. Saiam da cena Glam e, 50% das pessoas estavam envolvidas no que viria a ser conhecido como a cena punk. Vestiam-se em brechós, dos pés à cabeça. Os Dolls usavam jaquetas Levi's que eram pequenas. Em meados de 70 os Ramones criaram um uniforme, jeans 505 rasgados da Levi's, desgastados pelo uso, e jaquetas de couro pretas. Television, o guitarrista Richard Hell, foi um dos primeiros a usar o cabelo spiked e camisetas rasgadas presas por alfinetes, e Blondie, Debby Harry, pioneira em Levi's e peças de grife, tudo garimpado em brechós. E outros grupos que frequentavam o CBGB. Eles não tinham dinheiro. A Levi's rasgadas de Joey Ramone eram de uso, a jaqueta de couro de Dee Dee Ramone, os pulsos estavam puídos. Eles não estavam na moda. Na época era vergonhoso andar, assim. E os Ramones disseram, é isso que somos. Quando começaram a chama-los de punk, a revolução já havia se espalhado pelo globo. E com a música dos Ramones, "Sheena is a punker rocker", foi a primeira vez, que a gíria, foi usada como um conceito. E se ampliou. Malcolm Maclaren gerenciou o New York Dolls antes de retornar a Londres, onde ele e sua parceira Vivianne Westwood, fizeram uma boutique chamada Sex. Inspirado no que viu em Nova York, combinou a ousadia exagerada do Dolls com o estilo descontraído de Richard Hell, do Television, para criar com um toque britânico por excelência a moda punk e chamou seus novos clientes de, Sex Pistols, para promovê-la. Mc Laren, emulou o visual e deu um toque mais especial à cor do cabelo e deu mais estilo a ele. Ao mesmo tempo, outros punks londrinos como X-Ray-Spex - liderados por Poly Styrene - agarran-se a filosofia DIY (Do It Yourself) do movimento e começaram a usar ítens básicos, jeans e jaquetas de couro como telas em branco para decorar com alfinetes, tinta e pontas.O Reino Unido estava em uma época de conflito aberto e desconforto. Seguem The Clash, The Damned, Generation X, todos inconformitas. Todos vestiam-se todos os dias se expressando como um artista. Você poderia ser um Artista que se expressou visualmente da cabeça aos pés no palco, ou não, você poderia ser um fotógrafo, um artista gráfico, plástico, um fã ou qualquer outra coisa. Muito tempo depois... O impacto do punk veio após o sucesso do Nirvana, coincidindo com a ascensão da geração X, uma nova geração insatisfeita. Quarenta anos após o início do punk, a música continua a reverberar, nos movimentos indie e alternativo que o punk inspirou. Na moda, sua influência se espalhou ainda mais. Você pode ver um pouco da simplicidade enraizada na geração X, no uniforme Indie rock de jeans e camisetas, e a influência contínua da visão de McLaren e Westwood nas jaquetas completamente personalizadas que se tornaram "rigueur" para estrelas do rap. O legado mais duradouro do estilo punk, não pode ser reduzido só a roupas e cabelos. É mais sobre a idéia de ser autêntico, que se você fizer suas próprias coisas "DIY", e se vestir do seu jeito, ter novas idéias, pensar filosoficamente e ter atitude, você pode fazer o mundo mudar ao seu redor. O punk é um camaleão que muda para se adequar às necessidades de qualquer um que o Abraça. Era baseado na autenticidade. Também em questões sociopolíticas .O punk vai além de qualquer diretrizes pré-definidas. Passou a representar uma gama de ideologias e conceitos culturais. Emergiu como uma veia que percorre todo o mundo moderno, da política à arte e cultura. Afeta a pessoas em todo o Mundo, mudando a maneira como pensamos e sentimos. Não há definição única, mas temos idéias de imagens que são inerentemente punk. Se você reivindicar uma declaração ou se levanta contra "o estabelecimento", "status quo', é autêntico ou busca ser, tenta entender a essência de tudo. Então parabéns você é punk. E... em 3 acordes...vamos lá...; One, two, three, go!..."Well New York City really has It all - Oh yeah, oh yeah - Sheena is a punk rocker - Sheena is punker rocker - Sheena is a punker rocker now." 'Ramones'. (Clique em INSCREVA-SE acima para receber meus Novos Artigos) & (Se quiser ler meus Artigos de 2020, clique acima em ARQUIVOS) & (Se quiser conhecer minhas PINTURAS, veja no Instagram e por favor clique no link abaixo).

Imagem
< a href="https://Instagram.com/denasl1234">Instagram London Punks between 1978 and 1980   Note: Amazon ads are just examples and suggestions, the pruducts listed are from Amazom.com USA, by clicking on them you will be redirected to the Amazon in your country and choose the one that suits you. I wish good choices! Thanks!           London Punks between 1978 and 1980  Ramones 1977 One of the precursor bans of Punk Blondie 1977 Debby Harry pioneered Levi's and designer pieces, (Thrift Stores), in Punk